IMPRENSA

notícias

03/05/2019

Os benefícios do banho de sol para os idosos

Hoje é o Dia do Sol (03/05) e nada melhor do que levar os idosos para passear ao ar livre quando o sol está presente. Além de estreitar os laços com o ente ou amigo querido, as atividades com exposição ao sol trazem muitos benefícios para a saúde deles.

 

Segundo o geriatra do Hospital Aliança, Dr. Leonardo Oliva, o banho de sol é importante porque é a grande fonte para a produção de vitamina D. “Embora encontrada em alguns alimentos, a vitamina D é produzida de forma mais satisfatória através da exposição solar. Então, é indicado que os idosos fiquem de 15 a 20 minutos com pernas, braços e, se possível, barriga e tronco expostos ao sol sem o uso do protetor. A face e os olhos devem ser preservados com protetor solar e óculos escuros com lentes de proteção”, afirma.

 

Após esse tempo médio, o médico recomenda o uso do protetor solar para prevenção de câncer de pele e outras doenças. “Os melhores horários para o banho de sol são entre 10h e 10h30 ou de 15h a 15h30, quando há maior incidência de raios ultravioletas que ajudam na produção da vitamina D. Durante o período, o protetor solar não deve ser usado, já que ele inibe esses raios. Depois deste período, o protetor solar é recomendado”.

 

Além de produzir a vitamina D que combate a fraqueza nos ossos (como a osteoporose), a sensação de fadiga e as dores musculares, as atividades ao ar livre trazem outros benefícios. “A exposição solar é benéfica ainda porque tem relação com a regulação do ciclo circadiano, que é a percepção do dia e da noite que influencia na regulação de todo o organismo, inclusive na produção hormonal, e também afeta positivamente no humor e na socialização dos idosos, tão importantes para mantê-los mais alegres e saudáveis”, complementa.

 

Porém, existem restrições. Para pessoas de pele mais branca, cabelo claro, olhos claros e histórico de câncer de pele, a exposição ao sol deve acontecer sempre com o uso do protetor solar. Outro cuidado é com a hidratação nesta época do ano. “É importante que o idoso se mantenha bem hidratado porque, de maneira geral, o idoso já é um indivíduo que tem menos líquido corporal e sente menos sede, mesmo precisando de bastante líquido. Por isso, é necessário que sempre sejam ofertados líquidos para o idoso”, concluiu.