IMPRENSA

notícias

28/09/2018

Pacientes da Linha de Cardiologia do Hospital Aliança participam de evento sobre qualidade de vida no pós-infarto

O tema da qualidade de vida é cada vez mais importante nos dias atuais onde o estresse já é a doença que atinge mais de 90% da população mundial. Associado a isso, o infarto é a maior causa de morte do país, configurando um óbito a cada cinco minutos. Foi aliando estes dois grandes temas que o Hospital Aliança realizou, nesta sexta-feira (29/09), o evento comemorativo ao Dia Mundial do Coração sob o tema “Qualidade de vida no pós-infarto”, com a condução do coordenador médico da Linha de Cardiologia do HA, Dr. Eduardo Novaes.

 

“Encontrar a qualidade de vida é encontrar o que faz sentido para cada um. É essa mensagem que buscamos passar para esses pacientes de pós infarto. A intenção deste evento foi trocar experiências para incentivar o autocuidado”, ressaltou o Dr. Eduardo. A programação do evento foi rica de orientações para os presentes, envolvendo a ligação do Aliança com o paciente no pós-alta, a reabilitação, a reeducação alimentar e o gerenciamento das emoções no pós-infarto.

 

“Ter nossos pacientes aqui conosco de novo é muito gratificante porque vemos a evolução de cada um deles. Estávamos com saudades”, disse a Assistente Social do Aliança, Luiza Serravalle, em sua abordagem. Já o titular de psiquiatria da UFBA e professor de Psiquiatria no Texas, Dr.Irismar Oliveira, trouxe conceitos importantes sobre o gerenciamento de emoções para transformar pensamentos negativos em atitudes positivas. “Ás vezes, a gente esquece que o pensamento pode ser um fator muito positivo para a mudança de comportamento e fornecer este tipo de informação a este público é extremamente importante”, ressaltou.

 

Confira abaixo depoimentos do público presente:

 

“Eu estava sentido dores no peito em casa. Chamei meu filho e pedi para me levar ao Hospital Aliança, por que é o hospital de referência aqui na Bahia. Aí cheguei aqui e fui muito bem atendido. Foi tudo muito rápido e eficiente. No dia seguinte, eu já estava andando”, Sérgio Fuglivolo, teve infarte em maio de 2018

 

“Eu vim no evento do ano passado e fiz questão de estar presente aqui de novo para agradecer a essa equipe maravilhosa. Quando sofri o infarto, lembro do socorro imediato que me deram e do ótimo atendimento que tive durante os dois meses que precisei permanecer aqui”, Maria Lucia Tanner, primeira a ser atendida pelo Protocolo da Linha, em 2016

 

“Eu trabalho como segurança aqui e, quando fui passar o plantão de manhã, comecei a sentir muitas dores nas costas e resolvi pedir ajuda. O atendimento foi todo rápido mesmo e, agora, estou me cuidando mais: mudei a alimentação e estou fazendo pequenas caminhadas”, Djalma Lino, teve infarto em Maio de 2017

 

“A minha rotina de trabalho era muito estressante porque, além das pressões por metas, tinha de viajar de carro. Agora que me aposentei, consegui mudar minha alimentação e tenho mais tempo para fazer academia. Agora com esse evento, encontrei mais coisas que posso mudar para ter melhor qualidade de vida”, Paulo César Silva, já realizou dois procedimentos no Hospital Aliança

 

“A palestra da nutricionista Rita Formento foi muito boa porque me deu várias dicas de como cozinhar de forma mais saudável. Quando chegar em casa, eu já vou ficar mais de olho para evitar as frituras”, Lúcia Correa, já realizou dois procedimentos no Hospital Aliança

 

“Nada é mais profilático para o coração do que convivência boa. Para o coração, não há melhor remédio do que o amor. Cada oportunidade que tivermos para fazer alguém feliz, é um novo sentido para viver”, Ivete Amaral, convidada de 90 anos