IMPRENSA

notícias

12/07/2019

Vacina é fundamental para evitar o sarampo

O sarampo é uma doença infecciosa aguda, altamente contagiosa e grave. Para evitá-la, a vacina é fundamental, segundo explica a coordenadora do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SECIH) e infectologista, Dra. Áurea Angélica Paste.

 

“A prevenção do sarampo é através da vacina. O esquema vacinal consta de uma dose aos 12 meses (tríplice viral) e outra aos 15 meses de idade (tetra viral). Para quem não tomar a vacina nessa faixa etária, segue-se o seguinte esquema: De 5 a 9 anos – Duas doses (tríplice viral), de 10 a 29 anos – Duas doses (tríplice viral), e de 30 a 49 anos – Uma dose (da tríplice viral) ”.

 

Além da vacina, que é contraindicada para pessoa com suspeita de sarampo, gestantes – que devem ser vacinadas após o parto – e crianças menores de seis meses de idade, o ato de higienizar as mãos, evitar usar a mão ao espirrar ou ao tossir e evitar o contato com pessoas infectadas é de suma importância para prevenção da doença.

 

“A transmissão ocorre por dispersão de partículas virais no ar (aerossóis) ou pelo contato direto com as secreções nasais e orais eliminadas pelas pessoas infectadas ao tossir, espirrar, falar e respirar. Essa doença tem um período médio de incubação, ou seja, entre adquirir e manifestar os sintomas, de 10 dias. Até o aparecimento dos sintomas, a pessoa já pode estar transmitindo a doença por isso estar vacinado é muito importante”, alerta a infectologista.

 

Casos Suspeitos

A orientação para as pessoas com caso suspeito de sarampo é procurar o mais breve possível a assistência médica. Além disso, é recomendado, após o diagnóstico, evitar sair de casa até quatro dias após o início das manchas de pele e higienizar as mãos com frequência. São considerados casos suspeitos todas as pessoas que, independente da idade e situação vacinal, apresentar febre alta e manchas de pele, acompanhado de um ou mais dos seguintes sintomas: tosse e/ou coriza e/ou conjuntivite; todo indivíduo suspeito com histórico de viagem ao exterior ou área com presença de surto nos últimos 30 dias ou todo aquele que teve contato com pessoas oriundas dessas áreas no mesmo período.

 

Alerta Sarampo

É importante destacar que o sarampo estava erradicado no Brasil, mas em 2018, foram registrados 10 mil casos e, até junho de 2019, 123 casos já foram registrados no país segundo o Ministério da Saúde. No mundo, 100 mil mortes são registradas por ano por causa da doença. Vacine-se e proteja-se.